9.8.12

Carminha


O capítulo 117 de "Avenida Brasil", exibido nesta quarta-feira (08), serviu para o público começar a ver Carminha (Adriana Esteves) por um ângulo diferente. "O ser humano é uma coisa que deu errado", disse a vilã, mostrando seu lado frágil e sugerindo, talvez, um arrependimento por suas atitudes nada católicas até aqui. Outras frases desoprimidas foram ditas por ela, enquanto enchia a cara de cachaça, após bater o carro e ganhar um corte na testa.

Implacável, a vingança de Nina (Débora Falabella) tem cada vez menos a cumplicidade do público. A última cartada de Maria Antonieta, diga-se, foi arrasadora. Após passar por uma série de humilhações, Carminha já não pode mais contar com Max (Marcello Novaes), seu amante e parceiro de uma vida inteira.

Acredito que um dos objetivos do autor João Emanuel Carneiro em "Avenida Brasil" seja nos mostrar que, de perto, o diabo não é tão feio. Ao que parece, o passado de Carminha foi tão ou mais sofrido do que o de Nina. Vamos acompanhar...

Por enquanto, seguimos de olhos atentos no calvário de Carminha, que deve durar mais alguns capítulos. E se ainda restava alguma dúvida, uma vez que estamos falando de uma atriz que coleciona bons papéis, agora podemos dizer com todas as letras que este é o melhor trabalho de Adriana Esteves na telinha. Excepcional! Por falar em melhor, bárbaro o "congelamento no cinza" desta quarta, hein?!


Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário