23.7.12

"Avenida Brasil" chega ao clímax e desperta paixões


Na semana passada, o Brasil parou para ver a grande virada de "Avenida Brasil". A repercussão da novela na internet e fora dela triplicou. Todos queriam comentar, "congelar no cinza", compartilhar gifs animados, gritar aos quatro ventos o quanto estão adorando acompanhar a trama de João Emanuel Carneiro... Até quem não é noveleiro, entrou na onda, enfeitiçado pelo "Oi, oi, oi...". Não é para menos. Sem querer fazer comparações diretas, para não melindrar predileções alheias, preciso dizer que "Avenida Brasil" é a novela mais viciante dos últimos tempos. Se bem que já escrevi isso no último post... O fato é que o “Jornal Nacional” nunca foi tão longo.

O capítulo de quinta-feira, o centésimo, foi tão aguardado, que teve até aquecimento nas redes sociais. No Twitter, todos queriam um avatar “ruuuuuuu... congelei", com aquele efeito que encerra cada capítulo. Quem não sabia se virar no Photoshop, ficou a mercê da boa vontade dos amigos ou precisou trocar favores. Este blogueiro deu uma choramingada para conseguiu entrar no viral. Não entendo como a Globo ainda não pensou em disponibilizar um aplicativo para geral "congelar" sem maiores problemas. Enfim...

Apregoado como aquele que seria o grande salto acrobático no enredo da trama, o centésimo capítulo foi marcada pela descoberta feita por Carminha (Adriana Esteves) de que Rita e Nina (Débora Falabella) são uma só. Nada mais do que o prometido. O momento que casou êxtase na audiência, na verdade, veio no sábado, no capítulo de número 102. Disposta a pregar um susto, Carminha dopou Nina e lhe jogou em uma cova, para ser enterrada viva. A vilã só queria mesmo humilhar a cozinheira, mostrar sua superioridade, amedrontar a ex-enteada – como se isso fosse fazê-la desistir de seu plano de vingança. Muito bem escrita, dirigida e interpretada, a macabra sequência já entrou para os anais da teledramaturgia brasileira, sem exageros. O que foi Carminha dando uma cuspadela em Nina?! O que foi Maria Antonieta saindo da sepultura e andando feito um zumbi?! Épico!

O 102º capítulo de “Avenida Brasil” corresponde ao 167º de “A Favorita”. Nele, Flora (Patrícia Pillar) arma toda uma situação teatral para matar Gonçalo (Mauro Mendonça), lhe submetendo a uma sessão de tortura psicológica que culmina em um ataque cardíaco fulminante. “É, gente velha é um perigo, morre por qualquer coisinha”, diz a psicopata ao ouvir o último suspiro do empresário. A personagem de Patrícia Pillar era uma metralhadora giratória de pérolas, até mais do que a de Adriana Esteves. 

As próximas emoções de “Avenida” estarão concentradas na concretização da vingança de Nina contra Carminha. De posse de provas comprometedoras, a cozinheira fará a ex-madrasta passar por uma série de humilhações, antes de jogar a lama no ventilador. E nós, é claro, não vamos perder isso por nada. Nem que depois ponhamos a culpa na Rita...


Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário