11.11.11

Autora de "Vidas em Jogo" pode deixar a Record

A Record parece estar vivendo um momento de crise interna. Ao que tudo indica, as novas regras impostas pela direção aos funcionários estão criando um mal-estar geral. Volta e meia surge uma nota dando conta da saída de um ator insatisfeito com a nova política da emissora que, inclusive, já não paga tão bem como antigamente. A atriz Laila Zaid, por exemplo, deixou o elenco do canal em agosto, se recusando a renovar contrato em novas bases. A colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, informou na época e comentamos aqui.

Bianca Rinaldi, uma das principais estrelas da dramaturgia da Record, também tem demonstrado vontade de deixar a casa, embora seu contrato só acabe em 2013. A informação foi dada pelo colunista Léo Dias, do jornal o Dia, nos últimos dias e repercutida aqui.

Agora, pelas mãos do jornalista Flávio Ricco, do UOL, surge a notícia de que a autora de novelas Cristianne Fridman, sem alarde, está também arrumando a sua malinha. Segundo pessoas próximas, ela está descontente e disposta a rescindir seu contrato que tem validade até 2014. Cristianne deve apenas esperar a finalização de "Vidas em Jogo", em cartaz desde maio na emissora, para sair. Hiran Silveira, diretor de teledramaturgia do canal, está empenhando em convencê-la a permanecer, haja vista o bom rendimento que a autora sempre teve.

Contratada da Record desde 2005, Cristianne Fridman escreveu "Bicho do Mato", em 2006, a quatro mãos com Bosco Brasil. O último capítulo da trama chegou a dar 18 pontos de pico. Em 2008, assinou "Chamas da Vida", que repercutiu bastante e é tida como um dos maiores sucessos da história recente da emissora. E agora "Vidas em Jogo", que também deve fechar sua trajetória com bom resultado. Aliás, até lá, data ainda indefinida, muita água ainda deve passar por debaixo dessa ponte. Vamos torcer para que a autora consiga chegar a um acordo com a empresa.


Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário