23.6.11

Globo altera cena de "Insensato Coração" e esquece do "JN"

Além de não autorizar um beijo entre duas pessoas do mesmo sexo em suas novelas, a Globo deu agora para censurar outras bobagens. Segudo a jornalista Patrícia Kogut, a emissora carioca exigiu alterações numa cena de "Insensato Coração", sua maior audiência, onde os personagens Eduardo (Rodrigo Andrade) e Hugo (Marcos Damigo) vão a um motel. Apesar da sequência não apresentar nudez ou qualquer tipo de conteúdo explícito, o fato de ela ser gravada em um motel tornou-a "sugestiva demais" e incomodou a direção da casa. Assim, a cena será regravada em outro cenário: o quarto de Hugo. Palhaçada das brabas! A exibição deve acontecer no capítulo do dia 4 de julho, uma segunda-feira.

O Galeria de Novelas teve acesso exclusivo à cena vetada pela Globo. Naturalmente, assim espero, o texto será mantido na regravação, havendo apenas a desnecessária troca de ambientes.

Capítulo 150 / 4 de julho
CENA 20/ RIO DE JANEIRO/ PLANOS GERAIS/ EXTERIOR/ DIA.
Planos gerais da manhã do dia seguinte.

Corta para:

CENA 21/ MOTEL/ QUARTO/ INTERIOR/ DIA.
Eduardo acorda, na cama. Hugo, já se vestindo.
Hugo  — Bom dia... Fiquei com pena de te acordar. Tava dormindo tão bonitinho.
Eduardo  — (se assusta) Que horas são?
Eduardo procura o relógio, olha a hora.
Eduardo  — (se assusta) Já é de manhã!
Hugo  — Cê tem compromisso cedo no trabalho?
Eduardo sai da cama e começa a se vestir.
Eduardo  — Não, mas eu passei a noite fora, sem avisar em casa, a minha mãe vai ficar uma fera e vai me encher de pergunta!
Hugo — (impaciente) Você não tá meio grandinho pra isso, não?
Edu se veste apressado. Hugo, chateado.

Corta para:

CENA 11/ MOTEL/ QUARTO/ INTERIOR/ NOITE
Sonoplastia: som de chuveiro. Eduardo vem do banheiro, de toalha enrolada na cintura. Está encantado, feliz, aéreo. Começa a se vestir. CAM não mostra nudez. Ele veste a calça e põe a camisa do avesso. Sonoplastia: fim do som do chuveiro. Hugo vem do chuveiro, toalha enrolada na cintura, vê Eduardo se
vestindo.
Hugo — Mas já?
Eduardo  — (leve) Cara, a gente tá aqui há mais de três horas!...
Hugo  — (brinca) Deixa eu descansar dez minutinhos e a gente fica mais três.
Eduardo  — (ri) Não posso, vou dizer o quê pra minha mãe? Ela fica me enchendo de perguntas se eu chego tarde em casa.
Hugo murcha com o que Eduardo diz, mas disfarça.
Hugo    — (começa a se vestir) Eu te levo.
Eduardo  — Deixa, eu pego um táxi.
Hugo  — (saca que Eduardo não quer ser visto com ele) Você que sabe. (t) A sua camisa tá do avesso.
Eduardo    — (se toca, brinca) Eu tô do avesso.
Carinho entre eles.

Enquanto a Globo se preocupa com suas novelas, esquece do seu jornalismo. O "Jornal Nacional" desta quarta-feira (22) exibiu o primeiro beijo gay da história da emissora. Na verdade, dois selinhos - um entre dois homens e outro, duas mulheres. O momento foi registrado numa reportagem sobre um casamento coletivo de casais gays promovido no Rio de Janeiro.

E aí, TV Globo? Aonde você pensa que vai com essa política de camuflar a realidade? É obrigação sua, como maior veículo brasileiro de comunicação, desmistificar preconceitos.


4 Comentários:

Lucas

Nos capítulos de "Celebridade" o GB usava mais detalhes nas cenas. O Brasil retrocede muito nessa questão...
Lucas - www.portalcascudeando.blog.com

Talita Cruz

Eu vi essa matéria tb e me surpreendeu eles exibirem os selinhos. Mas isso foi feito simplesmente pq é a realidade! Se a população está preparada para ver no jornal, está preparada para ver na novela tb.

André San

Ai, que preguiça... "Adoro" essa hipocrisia...
André San - www.tele-visao.zip.net

Anônimo

Acho que a globo esta certa em não mostra o beijo gay, nada contra ,quem é adulto entedi, mas as crianças como fica a cabeça?? acho que os gay tem todo direito mas que seja o mas reservado possiveis. estão de parábens por não liberar

Postar um comentário